Artigo - Sete razoes para praticar armas no Tai Chi Chuan

Sete razões para praticar armas no Tai Chi Chuan

Formas de armas de Tai Chi nos ensinam habilidades que não podem ser facilmente realizadas e nos possibilitam ir além de uma simples coordenação.

Aqui estão seis razões pelas quais você deve estudar armas no Tai Chi

1) Uma arma fornece feedback tangível e confiável

É preferível usar a palavra implemento ou extensão ao invés de "arma" para descrever este grupo de ferramentas. As armas servem como dispositivos de feedback para nos informar se estamos movendo e usando a energia corretamente. Isso realmente não é possível nas formas de mão aberta. Se você se inclinar demais praticando o Tai Chi com bola, por exemplo, suas costas doem. Se você durante a prática com bastão e lança seu peso não ficar em baixo, os movimentos não serão coerentes. Assim acontecerá com a espada que não expressará energia no final do movimento parecendo mais uma cana desgovernada. Feedback imediato e tangível que revela a má postura e o movimento desleixado.

2) Uma arma ensina como estender (ou ampliar) sua energia para fora do seu corpo físico

O material de cada arma é responsivo. Há um balanço e oscilação adequada à cada material. Quando você se move corretamente (do centro e com um corpo equilibrado) a energia viaja para a ponta ou para a borda do equipamento. Tomando nosso foco alguns pés após nosso corpo nós somos introduzidos a uma extensão maior de nosso poder. As pessoas que estudam alquimia argumentam que nossa energia estende-se além de nossa pele. Essas ideias esotéricas se tornam mais fáceis de entender quando você está manipulando um objeto físico. Tuishou ou as formas de mão aberta coloca seu foco na energia viajando para as mãos que é grande. No entanto, se você estudar armas você pode mudar sua energia e se concentrar em uma grande área de influência.

3) As armas nos ajudam a entender como separar Chi (Energia) pesado e leve

Falamos sobre o movimento do centro, mas a separação real de leveza na parte superior do corpo e peso na parte inferior do corpo é mais facilmente compreendido se você estiver manipulando algo com peso. Você deve manter o seu peso baixo e sua parte superior do corpo relativamente relaxado para que você não caia ou perca o equilíbrio.

4) As armas isolam as energias individuais

A prática das formas com armas no Tai chi isola energias específicas da mesma forma que um músico isola notas específicas em uma frase. Nós isolamos essas energias para melhorá-las e depois reintegrarmos seu uso na forma de mãos abertas. Por exemplo, o facão é centrífugo e envia o corpo em círculos para alimentar a única lâmina. Por outro lado, a lança gira porções do corpo para criar microciclos de energia. A espada reta ensina equilíbrio e equalização do poder entre a mão dominante (arma) e a mão não dominante.

5) As armas transmitem corretamente o conhecimento ao longo do tempo

Sim, as armas têm transmitido conhecimento marcial, mas acredito que há uma solução mais prática que estava à mão. Alguém queria ensinar o trabalho de energia e os objetos encontrados que tinham e provavelmente seria ao redor (madeira, bambu, aço, etc). Suas dimensões tinham sido registradas e permaneceriam em grande parte iguais. Estes "implementos" seriam uma ótima maneira de transmitir seus conhecimentos.

6) As armas do Tai Chi são divertidas e nos ligam à tradição

Formas de armas de Tai Chi são bonitas, divertidas, e você está participando da história. O instrumento arcano que você está balançando ao redor conecta-o a 2000 anos de história! Seja orgulhoso que você escolheu alinhar-se com os milhares de praticantes sobre o tempo que trabalharam para compreender-se mais e melhor e para alinhar-se com algo maior.

7) As armas do Tai Chi proporcionam músculos fortes

A prática constante das armas no Tai Chi vai impulsionar a melhora e condição da musculatura em geral. Músculos firmes e torneados é o que você procura para um corpo forte, bonito e saudável.

 

Os benefícios são muitos, melhor coordenação, força, tônus muscular, concentração, foco, distribuição da energia, estabilidade, direção, compreensão do espaço, dentre tantos outros.